As fotos de hoje

ELE MORA NUMA “cobertura” às margens da Lagoa, terceiro bairro mais caro do Rio e quinto do país (R$ 14 mil o metro quadrado), e não desembolsou um real por isto. Mas, diferentemente da maioria dos moradores da Lagoa, o joão-de-barro (Furnarius rufus) construiu sua casa de costas para o espelho d’água, para escapar do vento que sopra do Sul. Seu “apartamento” fica numa mangueira (foto abaixo) em frente à Paróquia de São José, na Av. Borges de Medeiros. O presidente da Federação Ornitológica do Brasil, Luiz Fernando Fachini Beraldi, diz que a ave-símbolo da Argentina, onde é chamada de “hornero”, cada vez mais invade as cidades por causa do desmatamento. Outro aspecto, aponta o especialista, é que as pessoas estariam menos agressivas em relação aos pássaros silvestres.

Ouça o canto do joão-de-barro aqui, gravado no mesmo dia em que foram feitas as fotos. O passarinho só não foi fotografado porque se escondeu entre as ramagens.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s